BLOG

abril 18, 2019

Pirineus de ponta a ponta

O urso pardo (Ursus arctos) é uma das espécies mais emblemáticas da fauna dos Pirinéus. O território do Parque Natural dos Altos Pirenéus tem sido historicamente frequentada por ursos, como mostrado por numerosos dados históricos coletados principalmente nos vales do Go, o Vale de Cardós e Ferrera Valley, mas também em Os de Civis ou o vale de Santa Magdalena. O urso no Parque está presente praticamente durante todo o ano em Alt Àneu, e visita mais ou menos o vale do Cardós e, em menor escala, o Vale do Ferrera. Há também evidências de sua presença ocasional (indivíduos em dispersão) no maciço de Orri. Por outro lado, no outono, a ausência de forrageamento de faia e carvalho pode fazer com que alguns espécimes se desloquem para a encosta francesa, onde esses hábitats são mais abundantes. Recomendações O urso é um animal muito discreto dos costumes, com o qual sua observação é muito difícil. Na maioria dos casos, sua presença é conhecida graças aos traços que ela deixa, como pegadas, bancos, cabelos ou marcas nas árvores.
abril 18, 2019

Pirineus de ponta a ponta

Pirineus, uma cordilheira localizada no sudoeste da Europa conhecida por formar uma fronteira natural entre a França e Espanha, apresenta uma variedade de paisagens, uma fauna e uma flora excepcionais. Poucas são as regiões habitadas. Em meio à área ocupada pelo conjunto está localizado o principado de Andorra, um pequeno país que ocupa uma porção da linha fronteiriça que separa seus dois vizinhos maiores.
dezembro 8, 2018

Longas distâncias

Sempre gostei de esportes, mas corridas eram minha fraqueza. Nunca gostei de correr, não tinha costume. Achava que não seria capaz de percorrer um determinado percurso.  Mas o que isto tem a ver com viagens de moto de longa distância?? Em certas situações impomos a nós mesmos supostos limites na crença de que não somos capazes de superá-los. Foi o que aconteceu comigo com a corrida. Quando fiz um percurso maior pela primeira vez não tive nenhum problema. Descobri que era uma barreira psicológica e não física, já que o trecho que me propus a correr  estava dentro de níveis razoáveis, normais, medianos. Em viagens de longas  distâncias com certeza  isso acontece com alguns. Em princípio intimida a ideia de ficar quatro, cinco horas rodando de moto num dia, mas depois que completa o trajeto descobre que não era nada de anormal, principalmente quando se intercalam algumas paradas. Certa vez estava com amigos e foi sugerido um bate-volta para uma determinada cidade do Estado de São Paulo. Um deles não gostou. Dizia que era um exagero aquela distância. Naquele impasse, puxei ele de canto e me comprometi a fazer o ritmo dele, caso ele achasse necessário. “Sérgio, só levantar a mão […]
WhatsApp chat